31 de jan de 2014

Vídeos dos bastidores de "Quando Eu Era Vivo"

O canal do "Vitrine Filmes" disponibilizou dois vídeos dos bastidores do filme "Quando Eu Era Vivo". Neles, podemos acompanhar pequenos depoimentos de Sandy, que foi uma das protagonistas do filme.

Assistam aos vídeos, nos players abaixo:





'Não sou óbvia no filme', diz Sandy

“Pense bem, Sandy, esta figura tão angelical, neste filme, faz coisas bem sombrias. Só por esta estranheza, já vale a pena. Vai contra todo o imaginário fofo que temos dela”, disse um espectador ao sair da sessão de pré-estreia de Quando Eu Era Vivo, esta semana. “Realmente, eu não sou nem um pouco óbvia no filme. Todo mundo, quando pensa no nome Sandy, pensa em algo pop. O fato de este ser um filme alternativo, e de terror psicológico, foi uma das coisas que mais me atraíram no projeto”, disse a atriz, grávida de quatro meses, em conversa com o Estado.

No entanto, é exatamente o fato de não ser, a priori, uma escolha óbvia para o papel de Bruna, uma estudante de música que se envolve em questões macabras da vida de Sênior (Antonio Fagundes), de quem aluga um quarto e de seu filho Júnior (Marat Descartes), que volta a morar com o pai após se separar e perder o emprego, que torna a escolha de Sandy uma decisão acertada.

"Eu gosto de traçar caminhos diferentes, brincar com os limites. E de explorar minha versatilidade, minha capacidade. Não sei se fiz um ótimo trabalho, mas me dediquei ao máximo para fazer o que me foi pedido. Conforme forem aparecendo esses tipos de coisas, vou sempre pensar em aceitar”, diz a cantora e atriz esporádica, que é cinéfila declarada e adora filmes de terror. “Não o explícito, mas o thriller psicológico”, disse ela, que, para se preparar para o papel, viu, por indicação do diretor Marco Dutra, O Bebê de Rosemary, de Roman Polanski. “Nunca tinha assistido. Amei. Virou um de meus preferidos.”

De Polanski, a propósito, mais que em Rosemary, veem-se referências a O Inquilino na atmosfera claustrofóbica em que os personagens se confinam. “Essas referências são importantes. Marco conseguiu, sendo original, sem copiar, manter a referência acesa”, analisa Sandy, que compartilha com sua personagem a paixão pela música. “Não acho a Bruna parecida comigo. Há pontos de contato, claro, mas ela é muito diferente. E seu universo é outro, mas nós duas somos músicas, cantamos”, conta. “O Marco precisava de uma atriz que cantasse. E, para mim, foi muito bom poder fazer um papel de alguém ligado à música, arte tão próxima do público.”

É exatamente a música também o elo entre Bruna e Júnior. “Ela entra, sem perceber, na vida de Júnior depois que ele se aproxima dela pelo caminho da música. E passa até a substituir a presença do irmão, que está em um hospício. A relação deles não é sensual, mas fraterna. No começo não está disposta a se envolver com aquela família. É esta virada uma das coisas de que mais gosto nela.”

A tensão sexual entre Júnior e Bruna, no entanto, existe, mas não incomoda Sandy. “No começo, ele está atraído por ela. Afinal, é homem. Ela é uma mocinha. Mas depois outros assuntos se tornam mais importantes”, diz Sandy, que vê em seu papel de ajudar a construir uma ponte entre pai e filho, a grande chave para o filme. “Por mais que haja o elemento sinistro, há doçura no reencontro entre os dois. Ele está se reconectando com o pai. E isso tem sua beleza”, acrescenta.

Fonte: Estado

30 de jan de 2014

Sandy recebe escolta especial de seguranças em pré-estreia no Rio

Escoltada por seis seguranças, Sandy chegou causando tumulto na noite desta quarta feira, 29, na pré-estreia do filme "Quando eu era vivo",que aconteceu em um cinema no bairro de Botafogo, Zona Sul do Rio.Grávida do primeiro filho, a cantora entrou no cinema sob os cuidados dos profissionais que foram previamente orientados pelo resguardo principalmente da barriga de Sandy, inibindo qualquer demonstração mais empolgada dos dezenas de fãs que estavam no local.

"Já fiz uma lista com oito nomes para meninos e oito para meninas. Ainda não decidimos.Tenho ficado pouco enjoada, sou uma gravida super relax. Nem o avião está me enjoando", comentou Sandy sobre a sua gestação que está no quarto mês.

A passagem relâmpago de Sandy pelo cinema durou aproximadamente 30 minutos. Após sua entrada tumultuada, ela seguiu para a sala de exibição onde apresentou o filme para a plateia de convidados, saindo em seguida.

A caravana de Sandy estacionou na porta do cinema com o atraso considerável de alguns minutos, o que aumentou a ansiedade dos seus fãs e seguidores. A cantora e sua equipe estavam embarcados em dois veículos brancos e importados, modelos pouco comuns nas ruas cariocas, que fazem parte da frota dos carros de uma locadora que são também utilizados por artistas internacionais como Madonna e Lady Gaga em suas viagens ao Rio de Janeiro.

Fonte: Ego

Veja mais fotos da pré-estreia, clicando aqui.

Sandy desembarca no Rio e é recepcionada por fãs

As comemorações pelo aniversário de Sandy continuam. Após comemorar o seu aniversário, durante pré-estreia do filme "Quando eu era vivo", a cantora foi recepcionada por fãs no aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio de Janeiro. Segundo a agência de fotos, Sandy teria ganhado um bolo de presente.


Sandy com o bolo que ganhou de presente de fãs





Clique aqui para visualizar mais fotos do flagra.

Fonte: Ego

29 de jan de 2014

Pré-estreia de "Quando Eu Era Vivo" em Campinas

Sandy comemorou seu aniversário de um jeito bem diferente. Na noite de segunda-feira (28), a cantora, que completou 31 anos de idade, marcou presença na pré-estreia para convidados do filme Quando Eu Era Vivo, que conta com ela no elenco.

Grávida de seu primeiro filho, Sandy recebeu uma festinha do elenco e equipe do filme, além de familiares, que também foram prestigiar o evento. Ao lado do maridão, o músico Lucas Lima, ela causou tumulto no Cinemark do Shopping Iguatemi, localizado em Campinas, interior de São Paulo.

Além dos atores Marat Descartes, do diretor Marco Dutra e do produtor Rodrigo Teixeira, Sandy recebeu o carinho do pai, Xororó, do tio, Chitãozinho, e de mais familiares, como o sogro Zeca Lima, e de Márcia e o Enrico, mulher e filho do tio famoso. Aline Lima, também filha de Chitãozinho, foi acompanhada do marido.

Clique aqui para visualizar mais imagens da pré-estreia.

Fonte: Quem / Ego

28 de jan de 2014

Parabéns, Sandy!

Estou há um bom tempo com o editor do blog aberto, a imagem posicionada, ouvindo a voz dela no meu player e parece que as palavras resolveram passear por aí. 

Sempre é difícil escrever algo para ou sobre a Sandy. Simplesmente porque é impossível descrever o que ainda me une à ela, depois de tanto tempo. Tudo o que eu disser aqui vai ser pouco e não vai fazer justiça ao que realmente é. 

Parece que nada é suficiente para expressar o tamanho da gratidão, do amor, do carinho e do respeito que eu tenho por essa menina. Menina... ainda a vejo assim. Mesmo que hoje seja seu 31º aniversário, ela sempre será uma menina... aquela, de 14 anos de idade, que plantou no meu coração uma coisinha estranha, que na época eu não entendia bem o que era; mas que hoje agradeço, todos os dias, por existir. 

Deus foi muito bom comigo, sabe? Colocou no meu caminho uma pessoa que, mesmo sem saber, me dá tantas alegrias, tantos motivos para sorrir, tantos amigos, tantos momentos para lembrar, tantas histórias pra contar. Uma pessoa que dá voz aos meus mais sinceros sentimentos... que canta a minha vida em suas músicas... que me dá forças para continuar. Uma pessoa que me faz sentir gente!
As vezes paro e, sem querer, penso "Nossa, mas ainda bem que a Sandy existe!". Eu não sei como seria a minha vida sem ela e sei que não existe mais "minha vida" sem ela. Não há mais chance. Ela está em mim, eternizada, de todos os jeitos possíveis. 

E aí, quando chega dia 28, eu não tenho o que dizer. 
Ou melhor...tenho! Primeiro, preciso me desculpar pela imagem do post. Aniversário merece uma coisa bem feita, caprichada. Preparei algo melhor, juro! Mas qual é a condição de ver uma foto como esta e não colocara qui hoje?! Precisava! Tentem não levar muito em consideração a minha falta de aptidão no Photoshop haha. O 31º aniversário dela está marcado por essa notícia, tão linda, que nos foi dada há pouco mais de 1 mês. Sandy grávida... gerando um pedacinho de gente, que é a extensão dela. Para quem a acompanha há tanto tempo, isso é tão emocionante! A menina é uma mulher... tão maravilhosa!

O mínimo que eu posso desejar para ela é felicidades. Mesmo vendo, através dos olhos e do sorriso, que isso já está transbordando! Muita saúde, especialmente agora. Todo todo todo todo o amor do mundo, que houve nesta e em todas as vidas do Universo! 

Sandy, 
Obrigada por tornar fácil respirar. 
Obrigada por tornar fácil descansar da insanidade, do perigo de crer, do perigo de viver.
Obrigada por me acalmar sempre.
Obrigada por me salvar de mim.
Obrigada por ser o refúgio quando a certeza duvida; quando a luz não clareia na hostilidade, na cegueira de crer e na ausência de viver.
Obrigada por ser o lugar seguro pra onde voltar quando a tempestade não avisa e quando eu me perco nas curvas.
Obrigada por me salvar de mim.

Parabéns!

Cau*

Sandy e Antônio Fagundes vão a pré-estreia de filme em SP

Antônio Fagundes foi a Pré-estreia do filme "Quando eu era vivo", no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, nesta segunda-feira, 27.  Sandy, que está grávida de quatro meses, também integra o elenco do longa e teve a presença de seu marido Lucas Lima, prestigiando o lançamento da produção. Para o evento, a cantora optou um vestido bem soltinho.

"É uma fase meio estranha, porque a gente fica parecendo meio gordinha, parece que engordou um pouquinho. Então as roupas normais não servem mais e as roupas de grávida também ainda não servem", explicou sobre o look. Sandy contou ainda que já não sente tanto enjoo. "Tive enjoo, sim, mas já passou", falou.

A cantora falou sobre a produção. "É a primeira vez que meu bebê vai ver o filme, vai sentir essa emoção junto comigo. Estou muito feliz de estar aqui, de ter participado desse filme. Foi um trabalho muito bonito, muito bem feito, de muita qualidade, então eu tenho orglho de fazer parte disso. Os colegas são sensacionais, o [Antônio] Fagundes, o Marat [Descartes]. São companheiros, parceiros, super gente boa os dois. O clima nas filmagens era ótimo", contou.

Sandy explicou também que continuará se preservando: "Acho que a coisa da exposição é sempre uma preocupação para qualquer pessoa que seja artista. Cada um lida de uma maneira. Eu sempre fui muito reservada e vou continuar sendo reservada, mas sem ficar neurótica também, do jeito que eu sei levar, vou continuar levando".

Antônio Fagundes fez muitos elogios para sua colega de elenco. "Ela é atriz, sim. Esse negócio de que só porque ela canta não pode ser atriz é bobagem. É uma atriz disciplinada, uma profissional eficiente, e ela estava imbuída do personagem. É uma ótima companheira", disse. No longa, Sandy interpreta Bruna, uma estudante de música.

Fonte: Ego

Clique aqui e veja mais fotos da pré-estreia.

Em SP, Antonio Fagundes e Sandy divulgam filme 'Quando eu era vivo'

Antonio Fagundes, Sandy e Marat Descartes, protagonistas de “Quando eu era vivo”, participaram de uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (27), em São Paulo, para divulgar o filme. Dirigido por Marco Dutra (“Trabalhar cansa”) e produzido pela RT Features, o longa é baseado no livro “A arte de produzir efeito sem causa”, de Lourenço Mutarelli. Ele estreou na Mostra de Cinema de Tiradentes e chega ao circuito comercial nesta sexta (31).

Também estavam presentes na coletiva os atores Tuna Dwek, Gilda Nomacce, Kiko Bertholini, Helena Albergaria, o produtor Rodrigo Teixeira e a roteirista Gabriela Amaral Almeida.

O suspense acompanha o personagem Júnior (Marat Descartes), que, após um divórcio traumático, busca abrigo na casa do pai, Sênior (Antonio Fagundes), com quem mantinha uma relação distante. Lá, nada lembra o lar em que viveu quando jovem. O pai se tornou agora um homem estranho, rejuvenescido à base de exercícios físicos e bronzeamento artificial.

Os objetos e fotos da mãe, morta alguns anos antes, foram encaixotados e trancados no quartinho dos fundos. No quarto que dividia com o irmão, Pedro, agora vive a inquilina Bruna (Sandy), estudante de música que veio do interior para fazer faculdade. Após encontrar objetos que remetem ao passado e à sua mãe, Júnior desenvolve uma obsessão pela história de sua família e tenta recuperar algo que aconteceu em sua infância e que, até hoje, o assombra.

Durante a coletiva, Marco Dutra comentou que a personagem Bruna não é parecida com a Sandy, apesar da ligação com a música. Já a atriz e cantora afirmou: "Eu acho que tenho algumas coisas em comum com a Bruna, mas personalidades diferentes". Para Sandy, Bruna é "muito solitária, vive longe da família, muito nem aí com a vida".
"Ela acaba sendo tragada pela loucura do Júnior e se envolvendo. Ela é bem diferente de mim nisso. É mais jovem do que eu, tive que me concentrar um pouco nisso, para não passar muita maturidade."

Sandy explicou ainda a forma como abordou o texto. "Quando eu li o roteiro, preferi ir pelo ponto de vista do drama psicológico, da loucura, do que pelo caminho do sobrenatural. Depois do filme pronto eu comprei a ideia do sobrenatural. Acho que a música permeia o filme de maneira decisiva. A música tem um papel importante nisso."
A atriz contou que, apesar de seu foco não ser o cinema, mergulhou em sua personagem durante as gravações. “Eu li o livro do Mutarelli e algumas situações me ajudaram a construir as cenas. A preparação foi bem curta. A gente tinha pouco tempo, então nos encontramos três, quatro vezes para exercícios físicos e mentais, leitura, ensaios", afirmou.

"Eu quis entrar para o filme com o mesmo conhecimento sobre ocultismo que a personagem tinha, ou seja, nenhum. Não era algo com o qual ela se relacionava. O papel da Bruna é menor no filme. Ela levanta para os personagens do Marat e do Fagundes, porque o drama é da família", acrescentou.

"Quis ser discreta e entregar o que foi pedido, da melhor maneira possível. Eu trabalho bastante e meu foco é a música, mas, quando filmávamos, tinha pouca coisa acontecendo no meu dia a dia, então mergulhei mesmo naquilo. Quando chegava em casa, meu marido, minha mãe e meu pai falavam que eu estava diferente, meio pensativa e fechada. Apesar do clima ser descontraído no set, querendo ou não você acaba entrando naquele universo sombrio. Chegava em casa meio quieta."

Marat Descartes, por sua vez, explicou seu interesse pelo papel principal. "Quando o Marco me convidou, eu estava rodando outro longa em Minas e imediatamente enlouqueci pelo personagem. O incrível do Junior é que ele faz uma curva incrível no filme. Ele entra em uma obsessão pelo passado da família e isso se desenvolve até o fim do filme. Foi maravilhoso fazer."

'Não é terror'
Antonio Fagundes justificou sua ausência em mais produções cinematográficas – sua última aparição havia sido em "A mulher do meu amigo" (2008). "O problema do cinema, para mim, é a minha agenda. Teatro prende você, mais que qualquer coisa. Fico muito tempo em cartaz, quinta, sexta, sábado e domingo preso", comparou. "A produção do filme tem que se adequar aos meus horários. Faço muita televisão também. Cinema exige que fique um mês ali no set. Por mim, faria três, quatro filmes por ano."

Para o ator, "Quando eu era vivo" não se enquadra num único gênero. "Não vejo esse filme como muito de terror. Ele tem alguns símbolos do terror, da possessão, da loucura, do ambiente malévolo. São muitas as citações de filmes de terror. Mas, quando li o livro, fiquei pensando: 'Como vamos fazer isso?'". lembrou. "Porque o livro é absolutamente psicológico, se passa na cabeça do pai. E a transposição foi belíssima, porque abriu para mais discussões", elogiou.

"Imagino o filme mais como um grande thriller psicológico. A situação terrível da história é a incomunicabilidade das pessoas daquela família. A comunicação é o gesso." Ele comentou especificamente a cena em que seu rosto é engessado durante um ritual. "Tenho certa claustrofobia, então inventamos uma técnica. A produção foi muito compreensiva comigo. Tem um truque, que durou um dia todo, mas não vou contar como foi."

Além de autor da obra que inspira o longa, Loureçno Mutarelli faz uma pequena participação no filme, como o motorista. Marco Dutra comentou a adaptação para o cinema. “Mutarelli teve envolvimento crucial, no sentindo de que ele abriu a porta da obra dele e disse 'entrem'. Ele falou 'é de vocês'. Quando leu o roteiro final, o terceiro ou quarto tratamento, o comentário dele foi breve e caloroso, ele disse algo como 'não senti tanta diferença, reconheci meu livro lá'. Ele disse que esse é um dos livros dele que ele mais gosta, então ficamos felizes que ele gostou."

Fonte: G1

Veja mais fotos da coletiva de imprensa do filme, clicando aqui.

Assista à trechos da coletiva:
- Sandy Leah fala sobre filme "Quando Eu Era Vivo" [I].
- Sandy Leah fala sobre filme "Quando Eu Era Vivo" [II].
- Sandy Leah fala sobre filme "Quando Eu Era Vivo" [III].

27 de jan de 2014

[VÍDEO DA SEMANA]



Já pode ser óbvia? É...daquele jeito que eu sou quando uma data importante se aproxima ou já passou? Não posso evitar essas coisas, gente. Não ia dar pra chegar aqui e postar qualquer vídeo e pronto. Sabe porque, né?

AMANHÃ É ANIVERSÁRIO DA SANDY!! =D eeeeeeeeeee o/ aquele dia lindo e oficial para desejarmos todas as coisas boas que já esperamos que ela tenha durante o ano todo. Assim como ano passado, escolhi um vídeo de um aniversário dela para já entrar no clima. Em 2013, escolhi o de 15 anos. Neste ano, escolhi o de 19 anos.! 

Lembram daquela festa super legal, em que os convidados eram maquiados, arrumados como se estivessem em um camarim e, para entrar no local da celebração, precisavam desfilar em uma passarela. Muito legal! As festas da Sandy e do Ju sempre foram as melhores...sempre.

E também era aquela época delicinha que os programas de TV cobriam as festas. Este vídeo é uma reportagem do Video Show, por exemplo. Tão gostoso assistir essas coisas e ver um monte de carinha conhecida. Nem preciso dizer o quanto dá saudade, né?! 

E amanhã é o grande dia...! 

26 de jan de 2014

Sandy no Seo Rosa

Ontem, 25, Sandy foi fotografada enquanto almoçava no restaurante Seo Rosa, em Campinas, junto com Lucas Lima e Fernanda Rodrigues.

@seorosa Depois de almoçar, Sandy ( a grávidinha mais linda ) Lucas e Fernandinha passaram a tarde no SeoRosa Cambuí batendo um bom papo!
Quem também esteve por lá nesta semana que passou, foi Junior Lima com sua noiva, Monica Benini.

@seorosa Nossos amigos e clientes @junior_lima e @monicabenini escolheram o SeoRosa Cambuí para almoçar e também não resistiram ao nosso pudim!

24 de jan de 2014

Junior para a campanha "Somos todos vira-latas"

No ano passado, Junior posou com Carlota Joaquina para a campanha "Somos todos vira-latas". O movimento é encabeçado pela ONG Ampara Animal e tem como objetivo chamar atenção para a violência contra os animais. 
Artistas como Cléo Pires, Junior Lima, Sabrina Sato, Gianne Albertoni, Paola Oliveira, Thaila Ayala, Ellen Jabour, Fernanda Tavares, Fiorella Mattheis, Sheron Menezes, Giovanna Ewbank, Paola Oliveira, João Vicente de Castro, Bruno Gagliasso também foram fotografados. As imagens viraram o calendário oficial da ONG para o ano de 2014.

Junior Lima postou no Instagram a foto com sua cadelinha que faz parte do projeto:

@junior _lima Eu e a Carlota Joaquina ( @bruna_carlota ) estamos no calendário 2014 da @amparanimal , na campanha "Somos todos vira-latas"! Ao comprar, vc estará ajundando a ONG, nessa causa tão nobre!! À venda na Fnac, nas lojas da Radio Rock e pelo email "contato@amparanimal.org.br"!!! ;)

20 de jan de 2014

[VÍDEO DA SEMANA]

(a partir de 02:46)

Sinto falta de escrever para vocês aqui, todos os dias. Porém, ainda não sei o que fazer com a "foto do dia". Preciso pensar e ter uma ideia diferente. Por isso, fico muito feliz quando chega segunda feira e eu apareço pro aqui, com as minhas palavras e não com uma notícia qualquer.

Fiquei super na duvida de qual vídeo escolher hoje. Deixei uns 3 abertos aqui e fui eliminando. Simplesmente porque achei um canal no Youtube com muita coisa antiga de Sandy & Junior. Meio que da época que comecei a ser mais fanática. Então, fiquei maluquinha assistindo tudo aquilo. 

Acabei optando por este, que é uma apresentação da dupla no programa da Hebe, em 1996. O CD Dig Dig Joy tinha sido lançado há pouco tempo e eles foram lá mostrá-lo, além de divulgar o show no Olympia e a marca de roupa que os vestia na época (Mel e Hortelã). 

Gostei demais desse vídeo. Adoro a inocência dos dois, o jeito espontâneo que eles respondiam as perguntas da Hebe. 
Fofo o jeito que responderam sobre namoro (apenas atenção para o que Hebe diz para o Junior. Digo que eu também estava na fila hahahaha). Fofa a explicação do Junior sobre terem levado apenas 4 bailarinos para o programa. Fofo o jeito que a Sandy prendeu o cabelo, com o tic-tac quase dentro da orelha! Hahahaha

Socorro, que época mais gracinha. Que saudade!!

<3

13 de jan de 2014

[VÍDEO DA SEMANA]


Acordei com a música "Encanto" na cabeça... sem maiores explicações, ela está por aqui. Isso acontece com vocês? As vezes lembrar de uma fase e se sentir muito apegada à ela? Eu to me sentindo assim em relação à 2003. 

Lembro que, quando saiu o CD "Identidade", fiquei muito feliz em saber que "Encanto" seria a primeira música de trabalho. Geralmente, eu me cansava um pouco dos singles de Sandy & Junior, porque tocavam muuuuuuito. Então, quase não ouvia. Só que isso não aconteceu com "Encanto". É uma das poucas músicas de trabalho que ainda ouço com muito carinho e no repeat se bobear. 

Amo mesmo essa música. A letra dela me faz recordar de uma época muito boa da minha vida, de pessoas que amei (e ainda amo) muito. Apesar de ainda não ter uma pegada mais adulta (como as músicas do CD de 2006), ainda me identifico muito com "Encanto"... ainda sinto as palavras que a Sandy e o Junior cantam nela. 

E ouvi-la ao vivo nos shows que fui, foi maravilhoso demais. Tenho saudades... muitas!!

Por todos esses motivos, não poderia escolher qualquer outro vídeo que não fosse este! <3

Nova foto no Instagram de Monica Benini

A noiva de Junior Lima, Monica Benini publicou em seu Instagram uma foto do casal:


@monicabenini Que a vida toda seja assim! 

11 de jan de 2014

Grávida, Sandy aparece em foto ao lado da família

Grávida do primeiro filho, Sandy curtiu um jantar pra lá de animado na casa de Tom Cavalcante. Em foto postada pelo comediante em seu Instagram nesta sexta-feira, 10, a cantora aparece cercada de familiares e amigos. Xororó, Noely e Lucas Lima, marido de Sandy, participaram do evento, além da mulher do apresentador.


@tomcavalcante1 Grandes amigos Xororó e Noely ,Sandy e Lucas. A noite ontem aqui em casa foi de grandes historias e boas gargalhadas. #familia

10 de jan de 2014

Confira várias fotos da Sandy no filme “Quando Eu Era Vivo”

Várias fotos promocionais do filme “Quando Eu Era Vivo”, o terror nacional estrelado por Sandy, foram divulgadas pela assessoria de imprensa. Nas imagens, a cantora aparece em cena com os atores Antônio Fagundes e Marat Descartes. Esse é o primeiro projeto de baixo orçamento da artista, que anteriormente atuou em produções grandes como “O Noviço Rebelde” e “Acquaria”.














Fonte: Portal PopLine

8 de jan de 2014

Veja os pôsteres de "Quando Eu Era Vivo"

O filme “Quando Eu Era Vivo”, estrelado pela Sandy e o ator Antônio Fagundes, ganhou dois pôsteres de divulgação nesta quarta (8/1). O longa, dirigido por Marco Dutra, é uma adaptação do livro “A Arte de Produzir Efeito Sem Causa”, do Lourenço Mutarelli, e chegará aos cinemas no dia 31.



Fonte: Portal PopLine

6 de jan de 2014

[VÍDEO DA SEMANA]


Oficialmente, o primeiro vídeo de 2014! E como ainda estamos no começo do mês e, consequentemente, no começo do ano, ainda dá tempo de desejar coisinhas boas para esses meses que estão a frente.

Para isso, escolhi um clipe final do seriado de "Eu Quero Mais". Me digam... é ou não é uma música super positiva? Eu adoro. Acho a letra super pra cima e cheia de coisas que todos nós deveríamos seguir. 

A Sandy e o Junior cantaram essa música várias vezes no seriado... temos várias versões de clipes para ela. Porém, dentre todos os que assisti, o que acho que mais combina é o que está aqui hoje. O musical foi gravado ao lar livre, com todos os personagens do seriado juntos. É repleto de amizade, alegria, diversão, leveza... e é isso que desejo a todos vocês neste ano que está só começando. É claro, com a nossa companhia permanente da Sandy e do Junior!

Ah!! E neste clipe ainda temos os dois convivendo com crianças... hahaha nada mais justo, já que daqui uns meses, Sandy será a mamãe mais linda que este Brasil já viu. E Junior o tio mais perfeito que tem. 

Ai ai... <3 quanto amor... 

2 de jan de 2014

Nova foto no Instagram de Junior Lima

Junior Lima aproveitou a primeira noite do ano para desejar amor em 2014 à seus seguidores:

@junior_lima Ansioso por tudo q 2014 promete!!! Na certeza de que vai ser um ano infinitamente melhor q 2013!!! Eh o q desejo tb pra todos vcs!!! Um ano iluminado e repleto de mto AMOR!!! (Todos os tipos de amor! ;)

Sandy no Video Show

Sandy particiou nesta quarta-feira (1) do "Vídeo Show". Ao longo da atração, a cantora relembrou seus trabalhos na televisão; no programa "Sandy & Junior", na novela "Estrela Guia" e no seriado "As Brasileiras". "Amo atuar, adoraria dividir minha carreira em 50% cantora e 50% atriz", afirmou ela.

Sandy disse que quando gravava o seriado juvenil, chegou a trabalhar apenas 30% como cantora em razão das gravações. O programa ficou cinco anos no ar, nesse meio tempo ela ainda se dedicou a "Estrela Guia". "Gravava a novela três vezes por semana, duas vezes o 'Sandy & Junior', ainda fazia shows e estudava. Era uma loucura, mas adorava", garantiu.

Ela ainda elogiou o trabalho do irmão, Junior, à frente da banda Dexterz. "Ele é muito talentoso", opinou ela que segue em carreira solo.



Sandy abriu o "Vídeo Show" cantando "Don't Stop 'Til You Get Enough", hit de Michael Jackson, e tema do programa. "Fiz um show onde cantava 18 músicas do Michael, sou muito fã dele", disse.

Tudo não passava de uma simples brincadeira, mas Zeca Camargo e Sandy deram um show a parte no programa de hoje. O apresentador e a cantora improvisaram e juntos cantaram um hit dos anos 70. Fãs do filme “Grease”, Zeca e Sandy agitaram a plateia do Vídeo Show com um dueto para lá de especial cantando Summer Night.

Sandy ainda interpretou sucessos como Tempo, Aquela dos 30 e Escolho você, do álbum Sim.

Assista aos vídeos da participação da cantora no programa:

Sandy canta Michael Jackson no palco do Vídeo Show
- Sandy fala do início de sua carreira com carinho, em 1989
- Sandy fala da sua carreira de atriz e diz que sente muita saudade
- Sandy canta mais um hit no palco do Vídeo Show
- Sandy deixa a sua marca na ‘Calçada da Fama’ do Vídeo Show
- Sandy canta o sucesso ‘Aquela dos 30’ no Vídeo Show

Fonte: G1 / UOL

1 de jan de 2014

Junior e Ivete dividem palco em Maceió

A banda Dexterz e a baiana Ivete Sangalo foram duas das atrações musicais do Reveillón Absoluto, em Maceió. 
A cantora convidou Junior Lima para tocar com ela em uma das músicas. Este momento foi compartilhado através de redes sociais:


@danielkuhnen @junior_lima na percussão da @veveta no #reveillonabsoluto depois do show do Dexterz! #feliz2014 #maceió
@veveta Encontros lindos 2 . Eu Juninho príncipe e sua princesa. Amo tanto meu Deus
Clique aqui e confira mais fotos do Reveillón Absoluto, em Maceió.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...