31 de ago de 2015

[VÍDEO DA SEMANA]


A última temporada do seriado começou a ser reprisada na última semana. Já. Me lembro como se fosse ontem do dia em que eu comentei aqui no blog, em uma coluna dessa de vídeo, o quanto estava feliz de voltar a gravar Sandy & Junior.
O início da quarta temporada me lembra duas coisas importantíssimas:

1 - começou a minha parte favorita do seriado! Sim, acho que já comentei aqui que, pra mim, a temporada de 2002 é a melhor. Adoro os personagens novos, adoro as histórias, adoro os diálogos, adoro a condomínio, adoro o jeito menos infantil que tudo é levado. Na época em que foi exibido, eu estava na fase de transição para a adolescência... não era tão pequena mais, mas mesmo assim, imaginava que a Sandy e o Junior "da vida real" eram o que pareciam ser no seriado. Não sei, mas era gostoso ver a dupla inserida em um ambiente caseiro, lidando com problemas com problemas mais próximos dos nossos (tipo, bagunça no apartamento... hehehe).
Sem comentar o cenário do apartamento... eu amava aquilo! Queria ter um exatamente igual quando crescesse. Até hoje gosto! <3

2 - apesar de ser a minha temporada favorita, é a última =(
Quero muito assistir todos esses episódios, fico até ansiosa para chegar 08:30... mas, ao mesmo tempo, não quero não hahahaha! É meio óbvio, mas isso significa que já vai acabar, que já estamos em contagem regressiva para o fim... e aí já começo a sentir saudade. Temos mais umas semanas pela frente, mas esse saber que estamos na reta final já me dá uma tristezinha.
Ahhh gente... tinha que continuar! Tínhamos que ter mais de 4 temporadas... pelo menos mais 1 no condomínio.

A parte boa é que agora tenho tuuuudo gravado <3 dá pra assistir de novo quantas vezes eu quiser.

Então, para marcar esse "início do fim", escolhi o primeiro clipe da quarta temporada.
Assim como na primeira temporada, não foi um clipe final... foi um de meio de episódio. É super simples, mas é muito gostoso de assistir... a Sandy e o Junior em casa, tocando e cantando, bem a vontade. Que lindos!
<3
Amo tudo e muito!

24 de ago de 2015

[VÍDEO DA SEMANA]


Nesse sábado a Sandy esteve no Altas Horas... e o Junior também! Tudo bem que foi através de um telão, mas estava lá. Rolou uma pergunta interessante, que me fez pensar e me inspirar para o vídeo de hoje. Uma menina da plateia perguntou para eles qual tinha sido a fase mais marcante da carreira da dupla. A época de 2001 foi citada por eles. Mais ou menos no mesmo momento, a Equipe do Junior fez a mesma pergunta na página oficial dele no Facebook. Li várias respostas com várias opiniões diferentes. Pensei em escrever e acabei desistindo por que queria pensar melhor sobre isso. Sei que pode parecer bobeira, mas realmente comecei a refletir e me perguntar porque tal fase foi mais importante do que a outra. E - tcharam!! - acabei chegando à uma conclusão (bom, pelo menos à minha conclusão!)

Em um primeiro momento, o meu pensamento foi: todas as fases foram marcantes. De fato, sim... todas foram, até porque, uma levou à outra.
Depois pensei em 2002: Maracanã, carreira internacional, shows em estádios.

Tá... mas porque eles chegaram tão poderosos à 2002?
Porque tivemos um 2001 maravilhoso! Milhões de CDs vendidos em poucos dias, Rock In Rio, show recorde em João Pessoa, seriado, novela, comerciais, capas de revistas e aquela loucura toda.

Ok. 2001 foi fod*! Mas em qual momento a dupla alcançou esse auge?
Depois de 2000. Aquela turnê - linda - cheia de efeitos especiais, participação em uma música do Enrique Iglesias, seriado bombando, músicas estouradas nas rádios, milhões de CDs vendidos...

...CD este, - "As Quatro Estações" - que foi lançado em 1999 e colocou a dupla, oficialmente, no posto de artistas pop Brasileiros. AQE foi o CD que apresentou a Sandy e o Junior de um jeito menos infantil, foi tipo um "Ei, estamos crescendo, sabemos o que queremos e somos cantores de verdade!".

Porém, toda essa notoriedade só foi possível porque em 1998 eles lançaram o Home Video e o CD do show "Era Uma Vez...Ao Vivo" e, simplesmente, arrasaram! Foi um sucesso de vendas e as três músicas inéditas caíram no gosto popular; principalmente "Em Cada Sonho".

Então, cheguei na minha fase mais marcante: 1998!
Mais especificamente, a partir do lançamento do CD / Home Vídeo. Por mais que os anos anteriores tenham sido de sucesso, considero 1998 um um divisor de águas na carreira da dupla. Tudo, absolutamente, TUDO aconteceu a partir daí... tipo o primeiro "milhão vendido" hehehehe.

Para ilustrar a minha descoberta, escolhi o um vídeo do show "Era Uma Vez...Ao Vivo", de uma música que tocou tanto tanto tanto naquela época... só não enjoei porque, né, Sandy e Junior, a gente não enjoa nunca. Já sabem qual é? Siiim... nossa querida "Em Cada Sonho".!

Certo... agora vou lá no Facebook do Junior responder a pergunta!
=**

22 de ago de 2015

Junior Lima traz sua primeira exposição fotográfica para Maceió

Fotos recebem intervenções do artista plástico e grafiteiro Dalata (Foto: Divulgação)A Galeria Gamma, em Maceió, recebe a mostra “Triálogo”, que reúne três artistas em dois segmentos: "Faces", primeira exposição fotográfica do músico Junior Lima, com intervenções do artista plástico e grafiteiro Dalata, e "Um Risco" do artista/pixador Caligrapixo (com X, referente ao movimento Pixo), que se baseia na caligrafia da pixação da cidade de São Paulo.

Ao apostar na convergência de linguagens, Triálogo amplia as possibilidades de interação entre o público local e a arte urbana contemporânea.

A proposta da mostra, terceira realizada em parceria com a Luis Maluf Art Gallery (SP), é difundir diferentes técnicas que permeiam a produção nos grandes centros urbanos: a fotografia, o grafite e a pixação.

"Desde o paleolítico, até os dias atuais, podemos transitar pela história da humanidade por meio dos registros de imagens deixadas no mundo. A comunicação imagética está intrínseca ao homem. Ao longo de sua história, através dos milênios, ele registra de uma forma ou de outra o seu percurso no tempo e uma dessas formas é a pichação", comenta Francisco Rosa, curador de Caligrapixo.

Faces, com curadoria cuidadosa das fotos, feitas por Junior Lima em parceria com César Ovalle, tem como fio condutor a despretensão do olhar que capta de cenas urbanas a paisagens bucólicas.
Apesar de muito conhecido por seus cliques produzidos pelo celular e postados em sua conta na rede social, o artista optou por garimpar de seu acervo, imagens inéditas e tiradas com câmera profissional, em sua maioria feitas durante viagens pelo Brasil (Fernando de Noronha), Estados Unidos (Utah) e Ásia (Tailândia, Laos, Camboja e Indonésia).
"Fotografo há uns dez, onze anos. Consegui dividir com as pessoas parte deste meu hobby quando montei minhas redes sociais. Me empolguei e agora quero externar este material de forma impressa e analógica, convidando mais gente para olhar o mundo do que eu enxergo. Seja a natureza, as pessoas, os animais ou o cotidiano. A simplicidade, mesmo na grandiosidade", explica Júnior Lima, que reúne imagens reveladas em colorido, e preto e branco.

Caligrapixo é um projeto baseado na caligrafia da pixação de São Paulo, criado pelo pixador Kamikaze (kmkz), e que se tornou seu nome artístico à partir de 2011.
O artista interfere na paisagem urbana com seus traços, num formato de sitespecific e que acompanham a arquitetura da cidade e sinalizam os lugares e os não lugares de São Paulo.
Sua tipografia é também seu principal elemento gráfico de construção de imagens e seu repertório é constituído de uma vivência urbana e suburbana de São Paulo, que se iniciou no movimento de pixação em 1996. Desde então, a técnica o acompanha como a gênese de seu trabalho em todas as fases e desdobramentos desse movimento que é único no mundo.
Ativo nas ruas até hoje, Caligrapixo é um expoente desse movimento sócio\político\cultural e histórico genuinamente brasileiro: o pixo.
Serviço:
Abertura: quinta-feira (20), às 19h30
Data: até 20 de setembro
Local: Galeria Gamma -Avenida Luís Ramalho Filho, 899, Jatiúca
Horário: Terça a Sábado, das 9 às 19hs.
Entrada grátis
Fonte: G1 Alagoas

21 de ago de 2015

Sandy participa do Altas Horas

Sandy está realmente com tudo! Além da linda voz e de estar vivendo um momento mágico com a chegada do filho, Theo, ela também já foi uma das juradas do programa SuperStar. E temos que agradecer muito ao reality, já foi ele quem fez com que a vontade de voltar aos palcos crescesse na estrela, que estava afastada desde 2014.


Em participação no programa Altas Horas ela contou como está esse novo momento de sua vida e porque o show despertou a vontade dela de retornar a carreira mais cedo, já que antes a moça estava dedicada a ficar bem juntinho do filhote. Sua volta será em outubro, e chega com a promessa de um DVD para próximo ano:
"Sou mãe coruja e estava muito focada no meu pequeno. Eu estou muito feliz com esse momento, eu estava muito concentrada, querendo me dedicar só a ele (Theo) e agora estou pronta. O SuperStar me deu mais vontade de subir no palco", disse Sandy, que ainda completou dizendo que sentia que estava devendo isso para seus fãs.

E por falar em fãs, eles estão polvorosos, como disse a própria cantora, já que no ano de 2015 a dupla Sandy & Junior completa 25 anos de carreira. Sandy então revelou a resposta que todo mundo quer saber: será que os dois vão ter uma comemoração em grande estilo, cantando juntos novamente? "São 25 anos de carreira, esses anos a gente começou a conta a partir de 90, mas os fãs realmente estão em polvorosa achando que a gente vai comemorar algo e é algo digno de comemoração. Mas a gente já comemora todos os dias."

o programa reservou uma grande surpresa para Sandy. Entre muitos sorrisos ela conversou com uma pessoa muito especial em um link ao vivo, é ele, seu irmão, Junior.O músico não pode comparecer ao programa, já que está em Maceió organizando sua exposição de fotos, mas a felicidade dos dois em se ver era nítida. Eles contaram juntos um pouco dos momentos mais marcantes da carreira, que eleito por unanimidade o ano de 2001: "O ano de 2001 foi o que cantamos no Rock in Rio, que aconteceu no começo do ano, foi uma coisa muito emocionante, muito marcante! No mesmo ano gravamos um CD internacional", Sandy começou dizendo.

Junior então completou: "Nessa fase a gente fez uma turnê toda só em estádios, então foi uma fase muito importante, que na verdade eu tenho só uns flashes na minha cabeça de tão intenso que era."

O programa, claro, também contou com a presença da mamãe da dupla, Noely, e Junior ficou todo animado e, enquanto Sandy contou que vê a mãe sempre, já que ela mora pertinho da casa dela e que elas se falam todos os dias, o cantor cobrou em tom de brincadeira "Tenho que brigar com ela para me ligar, ela gosta de me dar espaço."

O "Altas Horas" fez uma retrospectiva da participação de Sandy na atração, desde o tempo em que ainda cantava com o irmão até sua última ida, quando estava grávida de Theo. o momento, aliás, fez a cantora ficar bastante emocionada. Assim que terminou a vídeo-homenagem, Isabella Santoni comentou com a cantora: "Conta pra gente o segredo da carinha que continua mesmo".

A atração ainda contou com um dueto de Sandy e Maria Gadu, que já declarou diversas vezes ser fã da cantora. Juntas, elas cantaram "Quando Você Passa (Turu Turu)".

Fonte: Ego /  Estrelando

Clique aqui para visualizar mais fotos da participação de Sandy no Altas Horas.

Sandy volta aos palcos em Outubro e grava DVD em Novembro

 A ansiosa espera e contagem regressiva dos cativos fãs conquistados ao longo dos mais de 25 anos de estrada acaba agora em outubro. Sandy volta aos palcos após um merecido tempo dedicado a seu primogênito, Theo, e depois de uma bem-sucedida temporada como jurada do programa SuperStar, na Globo. Cinco praças serão privilegiadas com esta “turnê-teaser”, assim carinhosamente apelidada pela própria artista, que optou por antecipar seus shows, antes programados somente para ano que vem. O ponto de partida será a capital paulista, no dia 10 de outubro, com estreia no HSBC Brasil, seguida de apresentações no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Paulínia e Niterói – esta última, cidade escolhida para eternizar o show com a gravação do segundo DVD Ao Vivo da carreira solo, no belíssimo Teatro Municipal, dias 14 e 15 de novembro.

“Estou com muita saudade da adrenalina de subir ao palco, cantar ao vivo, trocar olhares, energia e muitos sorrisos com meus fãs. Minha volta ao batente com o SuperStar me instigou a retornar antes do que eu havia me programado. Estou preparando cada show de forma única e especial até chegar à gravação do DVD. Meus fãs merecem este carinho. Não dava pra ‘guardar’ tudo só pro ano que vem!”, entusiasma-se Sandy que, como de costume, lidera todo processo artístico de sua carreira. Escolheu pessoalmente o amigo e talentoso Raoni Carneiro para dirigir o novo projeto, que revisitará um pouco do repertório dos álbuns solo “Manuscrito” (Pés Cansados, Quem Eu Sou, Ela Ele) e “Sim” (Aquela dos 30, Escolho Você, Ponto Final), fará releituras de sucessos de artistas consagrados e alguns clássicos de ‘Sandy e Junior’ e, é claro, trará canções inéditas, para o delírio dos fãs. “Por ser um show novo e em construção, é provável que o set list mude um pouco de uma apresentação para outra até chegar à gravação do DVD”, explica ela, que já escalou a mesma banda-base para excursionar consigo na miniturnê.

Ainda em produção e passando pelo minucioso pente fino da artista, toda concepção cenográfica terá a assinatura do experiente e renomado Zé Carratu e seguirá dentro do perfil intimista e minimalista já característicos de Sandy em sua fase solo, cujo objetivo central é trazer sempre em primeiro plano a música, o ‘ao vivo’, a performance e o show em si.

Para os fãs de outros Estados que ficaram com gostinho de ‘também quero’, a turnê segue em 2016 por novas praças logo após o lançamento do DVD, no primeiro semestre do ano. Esta é apenas uma prévia deste (re)começo!

Fonte: Site Sandy Oficial

17 de ago de 2015

[VÍDEO DA SEMANA]


Peço licença para ser óbvia mais uma vez. É aquele papo de sempre... algumas circunstâncias pedem um vídeo especial, que combine com elas. É o caso de hoje.

Como vocês sabem, no último sábado foi ao ar o show do Criança Esperança. E, sim, esse nomezinho nos remete à muitas lembranças, certo? Tenho certeza de que sim. A Sandy e o Junior participaram de muuuuitos shows do Criança Esperança... e uma apresentação foi mais legal que a outra. Ao menos pra mim, muitas são super marcantes; tipo a de 2006, com aqueles elevadores no palco. Era muito legal assistir ao C.E. e esperar pela apresentação da dupla. Tudo era motivo para ansiedade: saber a música que eles cantariam, como estariam vestidos, qual seria o penteado da Sandy...

A minha participação favorita é a de 2003 (aquela em que a dupla cantou "Love Never Fails" com um arranjo todo diferente.) e só não optei por postá-la hoje, porque já fiz isso no ano passado e não quis ser repetitiva. Por isso, escolhi uma das apresentações de 2004.

Digo "uma das", porque em 2004 foram duas. Imagino que vocês lembrem que, naquele ano, o C.E. foi ao ar sábado E domingo... não sei por qual motivo isso aconteceu, mas sei que a Sandy e o Junior estiveram nos dois dias. Maraviiilha! Uma participação foi bem diferente da outra; a de domingo bem mais simples do que a de sábado. Talvez por isso eu tenha optado por colocá-la aqui hoje.

Na ocasião, eles cantaram "Você Pra Sempre" e foi lindo. Não teve nada demais; foi tudo bem simples, como disse anteriormente; mas mesmo assim... foi lindo. É engraçado isso... as vezes, alguns vídeos relacionados à Sandy e ao Junior não tem nada demais e, mesmo assim, são lindos!
Eu amo essa música. Adoro o visual simples dos dois. Adoro os sorrisos. Adoro a leveza dessa apresentação. Adoro tudo!

Sinto muita falta dessa coisa meio inexplicável, aquela energia que a gente sentia...
Passe o tempo que passar, eu continuo dizendo que Criança Esperança sem Sandy e Junior não é Criança Esperança.

11 de ago de 2015

Com Gentil, Sandy fala do filho Theo e diz que malhou e fez boxe na gravidez

Cantora Sandy Fernanda Gentil euatleta (Foto: Marcelo Prata/TV Globo) Em junho do ano passado, a cantora Sandy Leah realizou o sonho de se tornar mãe. O filho Theo, fruto do seu relacionamento com o músico Lucas Lima, trouxe ainda mais alegria para a vida do casal. Ao receber a visita da jornalista Fernanda Gentil, que está grávida de oito meses e meio, Sandy relembrou os meses em que carregou o bebê na barriga e falou sobre a maternidade.

Fã de lutas, Sandy continuou fazendo aula de boxe e malhou durante a gravidez. Ela pediu para a personal trainer diminuir o ritmo dos treinos, até mesmo para não fazer um esforço exagerado.

- O Lucas viu que podia confiar em mim porque eu ia no meu ritmo, no que eu achava que estava dando para fazer sem ficar muito cansada. Diminuí as cargas dos pesos na musculação e minha personal tinha tido filho não fazia muito tempo e sabia lidar com grávidas. Ela adaptou o treino na academia, me passou exercícios e reduziu a intensidade do boxe por causa do impacto. Não ficava batendo no saco de areia com força. Era mais para movimentar - afirmou a cantora. 

Depois da gravidez, Sandy conta que teve diástase, uma separação entre músculos abdominais que, se não for tratada, pode provocar dores nas costas e nas pernas. Esse problema acomete cerca de 30% das mulheres no pós-parto.

- Até agora estou lutando no abdominal para ver se a barriga volta totalmente ao lugar. Ficou um espaço entre o músculo. Não sei se era porque eu sou pequena e o Theo "grandão" - disse.

A prática constante de exercícios físicos fez diferença na gestação tranquila da cantora ao longo dos nove meses. Ativa e determinada, ela não queria saber de ficar encostada no sofá de casa.
- Quando a gente engravida sendo uma pessoa que se exercita e não é sedentária, começa bem. Eles me ajudaram a aguentar o peso da barriga. Não tinha tanta dor nas costas e sei que muitas gestantes tem dores insuportáveis. Eu fazia show de salto alto até a 34ª semana de gravidez.
Cantora Sandy euatleta (Foto: Marcelo Prata/TV Globo)
Com a gestação, Sandy ganhou apenas 7,5kg e recebeu elogios do médico. Ela seguiu à risca as orientações dele com a alimentação saudável. Só não abrir mão de certas "comidinhas".

- Eu queria comer biscoito de polvilho, tapioca e pão de queijo em primeiro lugar. Mas depois que a fase de enjoar passou, eu fiquei um pouco mais gulosa e compulsiva. Me permiti comer um pouco mais, pois a gente precisa disso na gravidez. Um pouquinho não é o dobro, não é? - brincou.
Quando cita a importância do "paizão" Lucas na vida do filho, os olhos de Sandy brilham muito. 
- Nós somos muito diferentes, praticamente o oposto. De personalidade e jeito. Ele é mais extrovertido, fala alto, e eu sou tímida e reservada. A gente se completa muito e se ama - encerrou.
Para assistir ao vídeo do quadro, clique aqui.
Fonte: GShow

10 de ago de 2015

[VÍDEO DA SEMANA]


Ai que difícil escolher um vídeo pra hoje! Sinceramente, eu não pretendia lembrar o Dia dos Pais por aqui; queria comentar sobre outra coisa. Porém, como não deixo passar essas datas comemorativas, fiz questão de deixar minha outra ideia para a semana que vem. Comecei a procurar algum vídeo sobre o Dia dos Pais. Queria fugir do óbvio e não colocar alguma homenagem que a Sandy e o Junior fizeram para o Xororó, queria algo em que os 3 aparecessem cantando juntos. Na verdade, queria um vídeo em que aparecesse a Sandy, o Junior, o Xororó e o Lucas juntos no palco. Tinha certeza de que encontraria, mas não achei nada! =/ Então, fiquei com a opção sem o Lucas mesmo...

Minha decisão veio depois de ver a foto que o Junior postou em seu Facebook para celebrar o dia de ontem: ele, Sandy e Xororó em um especial de Natal da Record, em que eles cantaram "Tente Outra Vez". Não tive como pensar em outra coisa, tinha que ser aquele! Acabei optando por um bem grande, que começa com o Junior apresentando a Sandy, depois a Sandy apresentando o Andreas Kisser; se vocês quiserem, adiantem para 02:50 e assistam só a música.

Foi lindo demais esse momento! Sandy e Junior no mesmo palco, cantando com Chitãozinho e Xororó uma música LINDA... não tinha como não ser, no mínimo, emocionante. Além do quesito "Facebook do Junior", escolhi essa apresentação porque acho que tem tudo a ver com o Dia dos Pais. A força que aquela música tem, pelo menos pra mim, é gigante! Força essa que, muitas vezes, é inspirada no meu pai. Sei lá... não sei se deu pra entender a ligação que fiz, mas pra mim faz muito sentido. Se vocês não concordarem ou qualquer outra coisa assim, pensem só que representa o Dia dos Pais porque a Sandy e o Junior estão cantando com o Xororó! Hahahaha.

Espero que os pais de vocês tenham tido um ótimo dia ontem... cercado de muito amor e carinho. Eles merecem isso todos os dias do ano.

Um Feliz Dia dos Pais especial para o Xororó. Além de ele ser exemplo de pai, graças à ele nós temos a Sandy e o Junior e isso é razão o suficiente para amá-lo também!

Sandy e Junior Lima homenageiam Xororó

No último Domingo, 09, foi celebrado o Dia dos Pais. Sandy e Junior Lima usaram suas redes sociais para lembrar a data e homenagear Xororó.

Junior Lima . Feliz dia dos pais pro nosso mestre, orgulho máximo em ser filho desse cara! Faltam palavras...
@sandyoficial Ele me deu tudo, tudo. Amor, carinho, atenção, diversão, tempo, limites, "sins", "nãos", espaço pra ser, exemplo, fé em mim como pessoa e profissional... E todas as condições pra ser uma pessoa feliz e realizada. Pai, você é o melhor! Te amo mto e incondicionalmente. Pra todos os pais, de sangue ou não, presentes fisicamente ou apenas espiritualmente, um dia muito feliz.

4 de ago de 2015

Xororó revela a maior ‘arte’ do filho Junior Lima na infância



Junior Lima (Foto: Manuela Scarpa / PhotorioNews)Às vésperas do Dia dos Pais, Junior Lima recebeu o pai, Xororó, e o tio e padrinho, Chitãozinho, em seu programa, o Vevo Session, na noite desta segunda-feira, 3, em São Paulo.

Aproveitando o clima família, o apresentador relembrou sua infância em entrevista após a gravação e garantiu  que não deu muito trabalho aos pais.
"Eu não era muito arteiro. Não sobrava espaço para isso. Desde muito pequeno tratando com muita responsabilidade... Eu era super brincalhão, feliz, mas sempre fui um moleque mais calmo", afirmou ele, antes de admitir: "Claro que quando os pais falavam que não podia fazer alguma coisa, quando eles viravam as costas, eu fazia".

O cantor e apresentador acredita que o fato de ter crescido diante das câmeras tenha influenciado muito nesse sentido. "Você tem que viver um mundo de adulto aos 6 anos. Compromissos, shows... Fiquei mais compenetrado nas coisas. E a gente tinha uma agenda muito maluca. Então as artes eram pequenas no meio disso".

Xororó, no entanto, lembra muito bem algumas artes e travessuras do filho. Entre elas, ele não esquece a ocasião em que Junior transformou uma mentira em lição de vida. "Acho que a história mais marcante foi uma mentira que ele contou. Ele era bem pequenininho, estava na fazenda, e chegou com uma brincadeira de que tinha encontrado um macaco. Ele disse que via o macaco todo dia. Ele contou uma mentira e depois se sentiu mal e não conseguia mais sair dela. E todo dia ele inventava um pouco mais. Até que um dia falei que queria ir lá ver o macaco. Aí ele me levou já meio assustado' começou a me mostrar, mas não tinha macaco nenhum. Depois que ele viu que não tinha mais jeito, falou que era mentira e começou a chorar. Mostrei pra ele o motivo de não poder mentir, porque uma pequena mentira vira algo grande. Acabou sendo uma lição pra ele. Ele tinha uns 6 anos de idade", relembrou o sertanejo , aos risos. 
Pai e filho
Apesar da agenda corrida dos dois lados, Junior mostrou que uma grande preocupação da família foi sempre a união. Tanto é que o cantor e apresentador não tem nenhum momento marcante em que tenha sentido a ausência do pai, como datas comemorativas. "Ele nunca deixou chegar a esse ponto. Nas datas comemorativas, ele sempre dava um jeito de estar junto. Ou quando tinha alguma viagem internacional, a gente acabava indo junto. Nos momentos que eram muito importantes, a gente sempre dava um jeito de fazer rolar. A família sempre veio em primeiro lugar", disse Junior.

O cantor ainda relembrou um dos momentos mais marcantes de sua vida ao lado do pai.
"Lembro de quando ele me deu minha primeira bateria. Com 3 anos de idade, eu era completamente maluco por bateria. Convenci ele a me dar. Primeiro, quebrando a casa (risos). Na época não tinha bateria do tamanho de criança. Ele arrumou uma que era um pouquinho menor do tamanho padrão. Eu tentava alcançar, mas eu não saia dali. Ali ele viu que era sério, não era fogo de palha, e mandou fazer uma do meu tamanho. Lembro que foi a alegria da história".
Momento pai
Seguindo o exemplo do pai, que tentava adaptar a agenda para estar ao lado dos filhos, Junior disse que pretende fazer uma pausa na carreira assim que aumentar a família. "Está um pouco distante. Não sei o quanto. Mas são realidades diferentes né? 'Fio de cabelo', que foi o primeiro boom deles (Chitãozinho e Xororó), foi um ano antes de eu nascer. Então, quando eu nasci eles estavam naquele fase de correr atrás de tudo pra fazer acontecer. Minha realidade hoje em dia é diferente. Ja tenho 25 anos de carreira. Então hoje, no momento que eu tiver o filho, posso me dar ao direito de dar uma pausa em tudo, viver aquilo e, depois, voltar aos poucos", afirmou ele, que se casou em outubro de 2014 com a modelo Monica Benini. 
Descontração em família
E já que o clima era familiar durante a gravação do programa, não faltou descontração nem na hora das entrevistas. Assim, Chitãozinho aproveitou para falar sobre o fato de sempre confundirem e comentarem que ele também é pai de Sandy e Junior. "O pior é ser a 'esposa'. As pessoas perguntam: 'Você que é a esposa de Chitãozinho e Xororó?' (risos). Mas eu me sinto orgulhoso. Imagina ser pai de Sandy e Junior?", brincou o cantor, que foi só elogios ao afilhado. "Junior sempre foi bacana e divertido. E eu também sou muito descontraído, então a gente sempre dá muita risada".
Fonte: Ego

Junior Lima recebe Chitãozinho e Xororó no Vevo Sessions

Junior Lima (Foto: Manuela Scarpa / PhotorioNews) Na noite desta segunda-feira, 03, Junior Lima fez um programa família . O apresentador do Vevo Session recebeu o tio e o pai,Chitãozinho e Xororó, na atração, gravada em um estúdio de São Paulo, e os três cantaram juntos, conversaram bastante e divertiram a plateia presente, que contou com a presença especial de Mônica Benini, mulher de Junior.

O clima de descontração imperou durante toda o programa. Em certo momento, Chitão brincou sobre seus óculos de lentes amarelas, que estavam chamando bastante a atenção. "Passei na loja em Nova York e falei que queria dar uma extravasada", comentou o cantor.

Durante a atração, os três ainda relembraram histórias de família, como o fato de Xororó sempre comentar com os filhos que gostaria de diminuir os números de shows. "Faz uns 15 anos que eu ouço meu pai falando que vai puxar o freio e desacelerar. Aí, quando vejo, eles lançam quatro, cinco trabalhos por ano", brincou Junior. Xororó confessou que já compôs até uma música sobre esse plano. "A ideia era parar nos 50 anos...", afirmou o cantor .

Outra lembrança foi sobre a "estreia" musical de Junior em casa aos 2 anos de idade. "Ele tocava bateria no sofá e o prato era o abajur", contou Xororó. "Depois de quebrar o terceiro abajur, ganhei uma bateria ", completou Junior .

Na reta final da gravação, Xororó destacou que desde que o programa foi ao ar pela primeira vez, ele queria participar ao lado do filho. "Verdade. E eu fiquei meio tenso", confessou Junior. Depois, em tom de brincadeira, o sertanejo fez mais uma revelação. Assim que pediram para a dupla cantar "Fio de cabelo", Xororó disparou: "Apesar de a gente estar de saco cheio de 'Fio de cabelo', literalmente". "Brincadeira. Foi só pela piada mesmo (risos). A gente jamais faria isso com uma música tão importante, não só para a carreira da gente, mas para a música sertaneja. Foi a música que abriu as portas do preconceito, então jamais a gente iria enjoar dessa música", explicou Xororó após a gravação.

Outra tema levantado após as filmagens foi o fato de a dupla ter dispensado o TP durante uma das faixas apresentadas. Xororó decidiu parar a canção depois de ver que a letra que estava passando estava errada. Mas o cantor comentou que nao dispensa o uso do teleprompter na estrada. "Quando eu não tenho segurança nas letras, eu dou uma olhadora. 'Águas de março' por exemplo é muito difícil de decorar. Ainda mais na idade que estou agora, o HD fica meio carregado. É mais difícil de decorar. A Sandy por exemplo sabe cantar. Pergunto para ela como ela aprendeu e ela fala que é porque aprendeu quando era criança, porque se fosse agora também não conseguiria. Mas eu uso nos shows quando tem música nova. Sempre dou uma olhadinha pra me acostumar".

Depois de apresentara atração, Junior ainda ganhou o carinho da mulher e eles posaram juntos para fotos, com direito a beijinho.

Fonte: Ego

Clique aqui para visualizar fotos do Vevo Sessions com participação de Chitãozinho & Xororó

3 de ago de 2015

[VÍDEO DA SEMANA]


O post de hoje é, também, um pedido de ajuda! Calma, que já explico!
Nessa semana, estava olhando meu a parte do meu armário que guardo as minhas pastas de Sandy & Junior... comecei a pensar nas coisas que eu tinha e nas que não tinha. Programei uns dias para tentar passar minhas fitas pra arquivo digital, vi umas coisinhas que preciso comprar para organizar e percebi que precisava comprar uma coisa em especial: o DVD da Turnê Era Uma Vez...Ao Vivo! =O

Olhem só que coisa: eu comprei o Home Vídeo na época em que foi lançado, em 98/99. Assisti tanto tanto tanto (tipo de voltar a fita assim que acaba e assistir 5 vezes no dia hahahaha) que o VHS quebrou! Sei lá o que aconteceu, parece que soltou uma pecinha de dentro. E aí, quando o DVD foi lançado, não quis comprar "porque já tinha a fita". Muito bem, Ana Claudia, parabéns! Hahahaha porque não lembrei que estava quebrada? E agora, que não tem mais em lugar nenhum, eu quero! Então é este o meu pedido de ajuda: se alguém souber um lugar que venda, por favor me deixe nos comentários! Quero demais! Pra completar a coleção né...sabem como é!

O vídeo de hoje, para ilustrar o que escrevi, é da música "Como Um Flash", abertura desse DVD.
Tá, não é só por isso... é também porque este vídeo me da uma emoção indescritível, sabe? No dia 10/07, completou 16 anos do primeiro show de Sandy & Junior que eu fui. O ano era 1999 e assisti um show da segunda etapa da Turnê Era Uma Vez...Ao Vivo. O repertório tinha pequenas mudanças, mas a música de abertura era a mesma. Consigo recordar a emoção daquele início, em que o palco lentamente se abre, com aquele instrumental que era a abertura do seriado e, de repente, o palco escurece e aqueles "dois raios de luz" aparecem. Lembro tão bem... aquele momento ainda é tão vivo! Tive a sensação de que meu coração sairia pela boca... afinal, eu estava a alguns minutos de ver de perto os meus dois ídolos! Emoção, ansiedade, amor, paixão... tudo isso se misturou e me marcou de forma tão intensa que, a cada vez que escuto aquele comecinho, tudo volta.!

Não tem jeito... música é uma coisa que nos toca e nos faz reviver emoções e sentimentos.
Eu amo! <3
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...